por Redação

Sonia Guimarães, Gabriela Carneiro e Diana Assenato discutem sobre mulher e tecnologia na Casa Tpm 2015

Gabriela Carneiro é pilota da Gol e falou sobre a sua experiência no meio aeronáutico na Casa Tpm. Para ela, a profissão foi feita para mulheres. "Brinca com a história das cavernas, de que o homem saía pra caçar e a mulherada ficava cuidando de tudo. Tinha que cozinhar, cuidar das crianças… E no avião eu me sinto assim."

Ao seu lado estava Sônia Guimarães, que é uma das poucas mulheres a integrar uma equipe do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica). Em sua experiência de superação, contou que são 50 físicos no ITA, sendo apenas quatro do sexo feminino. "Até os anos 2000 mulher não podia prestar vestibular no instituto.Foi assim por mais de cinquenta anos. Por isso tem pouca mulher nessa história. Mas desde que elas começaram a entrar, estão tomando conta", ponderou.

“Se a gente não desenvolver o futuro com o olhar da mulher, vai dar merda”
Diana Assennato

Uma das criadoras do site ada.vc, Diana Assennato, também falou sobre sua experiência profissional com a tecnologia. Ela acredita que hoje existem poucos veículos de comunicação na internet que falem sobre as coisas por uma perspectiva feminina. E acrescentou: "ter uma visão feminina na internet é enxergar novas conexões. O olhar da mulher é uma forma de trazer outros elementos para o jogo."

Patrocínio

Copatrocínio

Apoio

Comunicação

matérias relacionadas