Mulheres possíveis

As dicas de Sarah Oliveira e Vanessa Rozan para encontrar o equilíbrio

apresentado por Eqlibri

Casa TPM / Eqlibri / brasil / Casa TPM

eQlibri marcou presença nos dois dias da Casa Tpm celebrando a máxima: curta o que te faz bem. Quem passou pelo espaço da marca ganhou snacks dos novos sabores, com ingredientes como grãos, chia e tapioca, e também se divertiu criando boomerangs. “Adorei a ideia. Tinha vários fundos de tela como opção. Como vivo dividida entre fazer esporte ou passar mais um tempinho nas redes sociais, foi fácil escolher o meu”, conta Bruna Sanchez, uma das visitantes do evento.

E não parou por aí. Todas as mulheres que respondessem à questão “o que te deixa equilibrada?”, eram presenteadas com uma aquarela exclusiva da artista Eva Uviedo, que se inspirava na resposta para criar os desenhos.

A artista Eva Uviedo em ação

Quem também não fugiu das perguntas foram as duas convidadas de eQlibri, a maquiadora Vanessa Rozan e a apresentadora Sarah Oliveira, que protagonizaram bate-papos descontraídos no palco da marca. Olha só o que as duas falaram sobre como equilibrar as suas rotinas multifacetadas.

O que você curte que te faz bem?

Vanessa Rozan: O trabalho manual virou uma terapia para mim. Fazer crochê me acalma, me coloca na terra e ainda me dá o tempo das coisas – porque a gente vê concretamente quanto tempo demora para realizarmos um cachecol ou uma blusa, por exemplo.

Sarah Oliveira: Ouvir música. Ouço todos os dias. Crio programa ouvindo música. Escrevo ouvindo música. Faço tudo ouvindo música. É a coisa que me deixa mais centrada. Não consigo trabalhar no silêncio.

A jornalista Carla Fiorito entrevista Vanessa Rozan

Da onde vem seu equilíbrio?

Vanessa Rozan: Brinco que vivo em um equilíbrio desequilibrado. Porque a verdade é que todo dia nós passamos por pequenas mudanças. Hoje penso de um jeito e amanhã posso pensar de outro. A gente se transforma o tempo inteiro e acho essa mudança cotidiana e constante uma verdadeira poesia. E, quando você tem uma filha, isso se potencializa, porque sempre tem alguma coisa nova. A maternidade foi fundamental para me trazer para o momento presente e me deixar mais centrada.

Sarah Oliveira

Sarah Oliveira: Sou muito caótica e é assim que funciono. Meu equilíbrio vem justamente do desejo e do tesão que tenho de realizar as coisas. Não acredito em nenhuma fórmula. “Seja isso ou faça aquilo que vai dar certo.” Para mim, é o desejo que move a gente – e eu tenho muitos. E hoje em dia, por causa da maternidade, mudei para melhor em todos os aspectos. É mais fácil organizar a vida e todas as minhas ideias.

Joseja Iskandara para eQlibri

VAI LÁ: Instagram: @eQlibri e Facebook: /eqlibribrasil

Arquivado em: Casa TPM / Eqlibri / brasil / Casa TPM