Apresentado por Suvinil

Quais são as cores da sua história?

Um novo olhar sobre nossa casa e nossos espaços

Por Redação 1 de agosto de 2020 Compartilhar

O que sua casa representa para você hoje? Ressignificar o lar e dar mais sentido aos seus espaços são uma tendência que já vinha se consolidando antes da pandemia – e que se fortaleceu ainda mais durante a quarentena. 


Mais que um teto sobre nossas cabeças, a casa é, principalmente agora, o centro do nosso mundo e, portanto, uma representação de quem somos. "Há dez anos, a gente tinha uma relação muito diferente com o lar, a maneira como olhávamos para ele era outra. Isso veio mudando muito ao longo do tempo. A casa não tem que ser só funcional, é nosso espaço, nossa personalidade", diz Sylvia Gracia, consultora de marketing e especialista de cores e conteúdos da Suvinil.

 

Estamos criando um novo olhar sobre velhos ambientes – como montar um home office naquele canto? Como deixar a sala de televisão mais aconchegante e convidativa? Como dar uma nova cara para o quarto? Não faltam ideias e propostas para renovar nossos espaços e, nesse sentido, as cores têm papel fundamental. Além de serem uma solução prática e rápida para transformar totalmente um ambiente, as tintas são um reflexo comportamental, como explica Sylvia. Por isso, vale ir além de pensar em supostas regras de decoração ou tonalidades da moda: o mais importante é descobrir quais cores têm mais a ver com você, seu gosto, seu estado de espírito e, ainda, com seu momento de vida. "As cores podem entrar até como elemento arquitetônico, dividindo ambientes, uma necessidade cada vez mais presente nestes tempos em que tanta gente precisou levar o escritório para casa", exemplifica a especialista.


Sylvia Gracia, consultora de marketing e consultora de cores e conteúdos da Suvinil

Créditos: Acervo Suvinil

As cores podem entrar até como elemento arquitetônico, dividindo ambientes.


Mantra: a cor do ano


Lançado em outubro do ano passado, o Suvinil Revela 2020 é um estudo de cores aprofundado, que leva em conta não apenas o universo do design e da decoração, mas, ainda, tendências sociais, comportamento humano, hábitos, buscas pessoais e coletivas – isso tudo dentro do contexto do nosso país. "A gente faz esse estudo há 10 anos, cada ano com um tema diferente. Em 2020, quisemos trazer justamente esta provocação: o que a casa representa para você hoje? Com base nas nossas pesquisas, que começam no início do ano anterior, elegemos um grupo de cores. O catálogo da Suvinil tem mais de 1700 cores, então é um trabalho extenso, de curadoria mesmo", conta Sylvia. 

 

A cor eleita para 2020 foi a Mantra, um verde azulado e acinzentado, que traz ainda dois subtons: Horizonte e Contemplação. A cor inédita, criada pela Suvinil, é uma tonalidade regenerativa e acolhedora, antecipando pautas que estão ainda mais presentes nesta nova realidade que estamos vivendo: a busca por autoconhecimento e autocuidado, e compartilhando esse mesmo olhar para o planeta. 

Em 2020, quisemos trazer justamente esta provocação: o que a casa representa para você hoje?

Sylvia Gracia

A cor eleita para 2020 foi a Mantra, um verde azulado e acinzentado, que traz ainda dois subtons: Horizonte e Contemplação
Créditos: Acervo Suvinil

Além da Mantra, o Revela 2020 traz mais 34 cores – a paleta é dividida em temas que convidam à conscientização dos espaços. São eles: 


Repenso

A proposta aqui é repensar os espaços de uma forma sustentável – reutilizar, reciclar, reformar. Para acompanhar a tendência, uma paleta mais terrosa e natural, com tons amadeirados e vermelhos equilibrados. Os tons mais neutros da paleta também se destacam, são mais ativos e presentes.

 

Adapto

Uma ideia mais em voga do que nunca: como adaptar os espaços que estamos vivendo? Compartilhar e integrar ambientes, dando a eles novas funções. Aqui, as cores vibrantes entram como recursos para delimitar os espaços. Para fazer o contraponto, entram na paleta tons mais neutros, como os novos beges. O rosa é outro protagonista da paleta: em contínua transformação, ganha aspectos mais alaranjados. 

 

Equilibro 

Há estudos que comprovam que determinadas tonalidades de azul e verde têm efeito calmante. A ideia aqui é transformar os ambientes com essa paleta suave, com azuis e verdes equilibrados e tons crepusculares, que remetem ao pôr-do-sol, como o violeta, o amarelo e os alaranjados.


Vem se inspirar com as cores que vão fazer parte do seu dia e conhecer o estudo Suvinil Revela 2020


Sobre o autor
Redação

Conteúdo elaborado pela equipe da Tpm

Matérias relacionadas