Apresentado por MRV

Empreendedorismo e planejamento financeiro

Convidamos Gabriela Forlin, criadora do canal de YouTube Mão de Vaca Profissional, para dar dicas financeiras para empreendedores

Por Redação 1 de agosto de 2020 Compartilhar

Empreender é sonho de muita gente, mas, para começar, é preciso mesmo botar os pés no chão e fazer um planejamento de vida e profissional bastante realista. Nesse sentido, além das estratégias para o seu negócio, é fundamental fazer uma organização financeira cuidadosa, levando em conta os investimentos que vai precisar fazer no seu próprio empreendimento e nos seus custos de vida atuais.

Para ajudar você nessa tarefa, convocamos a youtuber Gabriela Forlin, criadora do canal Mão de Vaca Profissional, para dar cinco dicas de como fazer um planejamento de sucesso e, assim, poder empreender com mais segurança e tranquilidade.

1. Saiba para onde vai seu dinheiro

Essa é a dica mais elementar e uma das mais importantes. Mantenha o controle das suas receitas e despesas, seja em um caderninho, uma planilha ou aplicativo. O importante é saber exatamente o que acontece com seu dinheiro todo mês para poder fazer os cortes necessários.

2. Identifique e corte despesas supérfluas e abuse dos serviços gratuitos

Você tem 5 serviços de streaming, mas só usa dois? Comprou aquela blusinha no impulso e nunca usou? Acredite, se você fizer a conta do quanto gasta com o que não precisa, vai tomar um susto. Um exercício bacana é: viu algo e ficou com vontade de comprar? Espere 72 horas para decidir. A chance de a vontade passar é grande. Além disso, não gaste com o que você pode ter de graça: tarifa de conta bancária e anuidade de cartão são alguns exemplos.

3. Não dê um passo maior do que a perna

Se o seu objetivo é empreender, adeque sua vida a essa realidade e lembre-se de que você deve criar reserva para ter mais segurança à frente. Queria comprar um carro? Se o objetivo da compra não estiver diretamente relacionado ao seu futuro negócio, reavalie. Se ainda assim quiser muito comprar, calcule e certifique-se de que os inúmeros gastos que vêm “de presente” com o carro não comprometem toda a sua renda, afinal, o foco agora é fazer sobrar.

4. Encontre formas de gerar renda extra

Algumas atividades paralelas ao seu trabalho “oficial” podem impulsionar suas finanças, fazendo com que você chegue na sua reserva de liquidez mais rapidamente e finalmente possa pedir demissão para se dedicar inteiramente ao próprio negócio. Use seus gostos e talentos a seu favor. Ama cachorros? Por que não trabalhar como dog walker nas horas livres ou hospedar animais em sua casa? Sabe outros idiomas? Dê aulas particulares. As possibilidades são muitas!

5. Invista o que você for guardando até formar sua reserva de liquidez (e deixe investido depois que formar!)

Esteja com sua reserva de liquidez formada antes de dar um grande passo no mundo do empreendedorismo. Assim, você consegue focar no seu negócio com mais tranquilidade e sem precisar se preocupar com a renda do próximo mês. Se não estiver tão certo de quando começará a ter retorno com o negócio, o ideal é que faça uma reserva de 12 meses do seu custo mensal para caso precise encarar algum imprevisto ou instabilidade no caminho (isso não contempla o valor do investimento no seu negócio, apenas o que você precisará para um ano). Tanto durante a formação da reserva quanto depois, o valor deve ser aplicado em um investimento de baixíssimo risco e alta liquidez.

Sobre o autor
Redação

Conteúdo elaborado pela equipe da Tpm

Matérias relacionadas