Revista Trip

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Miá Mello

"Meu pai sempre falava: 'minha filha, transa mesmo! Só tenha consciência e use camisinha"
10.05.2012 | Texto: Da redação
ESCUTE O PROGRAMA
Aguarde o carregamento do player
Destacar o player
Download do mp3
Ela é a mais nova, bela e astuta integrante de um dos mais longevos programas de comédia da televisão nacional, o Casseta & Planeta, da Rede Globo. Fez cursos na escola de atores Wolf Maia, graduou em arte cênicas no teatro-escola Célia Helena e, depois de fazer muitos bicos, entre eles o de vocalista de hip-hop, ela foi convidada, em 2007, a integrar o grupo de humor Deznecessários.

Foram dois anos com o grupo até a estreia na televisão, no programa Legendários, na Rede Record. Depois de outros dois anos na companhia de Marcos Mion ela passou a integrar a turma do saudoso Bussunda e estreou, no canal Multishow, o programa Viajandona. O Trip FM dessa semana é com a Marília Penariol Mello, mais conhecida como Miá Mello, que também está em uma matéria bem bacana na revista Tpm deste mês.

Na entrevista, Miá falou sobre a competição com as duas irmãs mais velhas, dinheiro, esportes, planos para o futuro, sexo e o início da carreira em uma das mais famosas escolas de teatro do Brasil.

"A escola do Wolf Maia foi importante pra mim porque não tinha nenhum artista na minha família. Foi lá que eu conheci pela primeira vez pessoas que trabalhavam com isso, faziam testes e viviam de atuação", ela contou sobre suas primeiras experiências como atriz. "A comédia para mim veio naturalmente. Sempre fui a engraçadinha da família, era muito sarrista. Tirava onda com as minhas irmãs e desenvolvi essa graça por falta de brilho na escola e nos esportes."

"Eu tenho vontade de ser rica. Minha relação com o dinheiro é muito boa. Eu me sinto uma pessoa muito preparada para ser rica"

Sempre rindo entre uma pergunta e outra, a atriz e comediante brincou com um humor afiadíssimo sobre a vontade de ganhar dinheiro na televisão. Para Miá, que jura não ser consumista, dinheiro é importante mas não é prioridade.

"Eu sempre ralei muito. Eu considero que já estou no caminho para conseguir coisas importantes, mas ainda não tenho grandes investimentos. Eu tenho vontade de ser rica. Minha relação com o dinheiro é muito boa. Eu me sinto uma pessoa muito preparada para ser rica", ela ri. "Talvez o dinheiro faça mal para quem não é preparado para ele. Eu já tenho família, tenho estrutura, tenho amigos, só me falta o dinheiro."

"Meu pai sempre falava: 'minha filha, transa mesmo! Só tenha consciência e use camisinha'"

Sobre sua vida afetiva, ela brincou com a educação sexual que recebeu em casa. Caçula de três irmãs, todos tão bonitas quanto Miá, ela revela que sempre pode contar com o apoio do seu pai quando o assunto era sexo, sem maiores noias ou traumas deixados na sua infância.

"Eu tive uma educação muito liberal em casa. Meu pai sempre falava: 'minha filha, transa mesmo! Só tenha consciência e use camisinha'", ela revela, divertindo-se. "Então eu tenho uma relação muito bem resolvida com a questão do sexo. Mas eu nunca extrapolei. Eu acho que eu fui normal. Sempre namorei quem eu quis mas nunca fiz essas coisas de ficar com três da mesma turma. Sempre soube administrar bem."

Essas e outras boas histórias você ouve no Trip FM: sextas às 20h, com reprise terça às 23h pela Rádio Eldorado Brasil 3000, 107,3MHz ou pelo site www.territorioeldorado.limao.com.br