apresentado por West Coast

Dos sneakers às roupas, dos bonés aos shapes, a customização sempre fez parte da essência do skate. Agora, essa cultura se sofistica e avança sobre materiais e técnicas

Ter algo único, com as marcas da sua história, que carregue os elementos de onde você vive... Há tempos, os skatistas incorporam suas experiências de vida, as ruas, as cidades e até as ondas perfeitas no lifestyle e na expressão de suas identidades. Independente da novíssima notícia do status recém-adquirido de esporte olímpico, o skate veio para ficar. Aliás, o aspecto competitivo nem é o mais importante. Não se trata apenas de testar seus limites com manobras que desafiam ao extremo — o que está em jogo na verdade, é a liberdade se movimentar para onde a vontade aponta, com agilidade e leveza. Para quem enxerga o mundo dessa forma, ser capaz de refletir a sua própria crença da cabeça aos pés, tanto nas roupas quanto no shape do skate, não tem preço. Afinal, skate é arte. E isso fica ainda mais claro com o movimento crescente da customização, uma espécie de nova leitura desse movimento. Conheça alguns artistas que tem dedicado seus talentos ao universo dos carrinhos.

Beleza Pura

“Não existe nada melhor do que você fabricar uma peça que te traz felicidade ao usar, algo espontâneo e puro”, filosofa a dupla de designers Alex Scandelai, 30 anos, e Jonathan Vasconcelos, 25, à frente da Seiva Boards. Desde 2012, eles fabricam e customizam skates à mão, inspirados pela cultura old school dos anos 70. “Antigamente, toda produção tinha na sua essência um cuidado estético especial, uma identidade.” Atraídos pela relação do esporte com o surf e pelo lifestyle das praias e ruas do Guarujá, no litoral paulista, onde Alex vive e Jonathan morou recentemente, os sócios largaram na frente em um mercado que agora começa a ganhar forma. “Ainda são poucos os que customizam skates no Brasil. Isso ocorre há anos com pranchas de surf. Mas esta é a nossa ideia: criar um skate adequado ao tamanho da pessoa, ao peso e ao tipo de rolê que ela busca, tudo isso com visual único”, afirmam os dois sócios e amigos, que têm o design gráfico e a marcenaria nas veias. Para chegar num resultado preciso, a dupla disponibiliza um manual, em que o cliente pode definir o outline (linhAS do contorno do shape), com base nos modelos que a marca trabalha (ou até criar um novo), as dimensões, o acabamento — com tintas ecológicas, à base de água —, e por aí vai. Os modelos da Seiva são feitos com madeira maciça, não têm curva (concave), são flats, e a marca foca no segmento de skate cruiser. “São menores do que um skate street e um longboard, com fácil controle de movimento”, afirmam. Para eles, surf e skate vão se aproximar cada vez mais no futuro. “Vemos hoje o surf invadindo a cidade e o skate, a orla das praias. São atividades que ultrapassaram o limite de ser só uma prática esportiva e se tornam um estilo de vida.”

Street Style

Morador de São Paulo desde os 5 anos de idade, o paranaense Lucas Xaparral, hoje com 28 anos, cresceu deslizando pelas ladeiras do bairro de Perdizes, na zona oeste paulistana, e compete em campeonatos de skate desde moleque. Suas manobras passaram por tantas ruas, praças e corrimãos da cidade, que Xaparral virou um ícone aos 20 anos de idade, ao ganhar o X Games na categoria street skate em 2008, em São Paulo. Na última década, o skatista tem colecionado diversos vídeos com projetos independentes e apoio de vários patrocinadores, em que expõe sua técnica, além dos títulos que coleciona como “skater of the year” em 2009, pela revista Cemporcento Skate, e primeiro lugar no Vans Waffle Brasil 2015. Sua marca profissional foi impressa no mundo do skate há quatro anos, quando assinou o shape Pro Model pela Element. Xaparral é o primeiro skatista brasileiro a ser patrocinado pela marca internacional. “O shape é a alma do skate, e este representa a minha cidade”, explica ele, que levou referências da capital paulista como a Ponte Estaiada e o Vale do Anhangabaú à equipe de criação da empresa, além das cores do Brasil. Com o objetivo de obter performance, as dimensões do skate seguem um padrão para agilizar as manobras. A boa notícia é que outro shape com seu nome está sendo desenhado em parceria com a Element, a ser lançado no início de 2017. “Estamos trabalhando com um artista nacional e o desenho tem a ver com minha personalidade. A ideia é trazer elementos que evocam equilíbrio e felicidade,as coisas principais da vida”, garante.

play

matérias relacionadas