por Caio Ferreti
Trip #177

Antônio Veiga acabou inventando uma das canções mais famosas dos estádios paulistas

Antonio Veiga, o Tuca, sempre gostou de criar gritos de torcida. Acabou inventando uma das canções mais famosas dos estádios paulistas

Em todos os jogos do Corinthians é a mesma coisa. Em algum momento dos 90 min da partida, uma cena se repete. Um grito surge nas arquibancadas, levantando até mesmo aquele torcedor que vai ao estádio para se comportar como se estivesse sentado na poltrona de um teatro. Um canto que virou marca registrada de uma das maiores torcidas do país, mas que foi criado por uma única pessoa. Antonio dos Santos Veiga, o Tuca, é o responsável pelo hino “Loucos por ti Corinthians”, uma música que fez a Rede Globo colocar legendas em suas transmissões mostrando as letras dos cantos de torcidas e inspirou o atacante Ronaldo em sua apresentação no clube. “Chegou mais um louco para o bando de loucos”, disse o Fenômeno. Detalhe: a canção foi feita em menos de 10 min.

CANTO GRITADO
Viciado em gritos de torcida, Tuca vivia pesquisando na internet cantos de vários times do mundo. Logo começou a criar alguns. “Todo dia eu inventava uns três ou quatro caminhando na rua. Vinha na cabeça.” Em 2005, quando tinha 17 anos, pintaram os nove versos que hoje fazem tanto sucesso entre a torcida corintiana (“Aqui tem um bando de loucos/Loucos por ti Cotinthians/Aqueles que acham que é pouco/ Eu vivo por ti Conrinthians.”). Primeiro ele apresentou a música ao pai e aos amigos, depois a integrantes da bateria da Gaviões da Fiel, e, quando viu, já estava gritando a própria criação nas arquibancadas, no início de 2007. “Quando eu criei a música não tinha esse ritmo gritado. Ficou assim por causa do jeito empolgado que eu cantei no dia de apresentar à torcida”, diz Tuca, agora com 21 anos, estudante de jornalismo e um dos personagens do recém-lançado filme Fiel. O grito pegou e virou um prato cheio para as campanhas de marketing do clube. Não que isso signifique dinheiro no bolso de Tuca. “Não ganhei nada da Gaviões ou do Corinthians”, diz ele, que nem pensava em lucrar com os versos. “O clube ganhou uma grana com a camiseta ‘Loucos por ti Corinthians’, mas me ofereceram só 6% dos lucros.” O fato é que a música tem um alcance enorme. Nando Reis disse que gostaria de conseguir criar algo parecido para a torcida são-paulina e o narrador Cléber Machado sempre dá um jeito de falar do canto durante as transmissões da Globo. Ainda assim, o que Tuca mais quer é muito simples: continuar indo ao estádio e, quem sabe, criar alguma nova música.

matérias relacionadas