por Luiz Filipe Tavares

Festival de selo americano de jazz volta ao Brasil com 3 dias de shows no SESC Belenzinho

Nos dias 21, 22 e 23 de março, o SESC Belenzinho recebe em São Paulo a edição 2013 do já tradicional Nublu Jazz Festival. O evento criado pela gravadora novaiorquina Nublu, especializada em jazz e soul experimental, volta à capital paulista com grandes nomes na bagagem, incluindo Robert Glasper, o cultuado Roy Ayers, Calibro 35, o influente The Headhunters, Marcos Paiva Sexteto e o Love Trio, liderado pelo fundador do selo, Ilhan Ersahin.

Ilhan não é estranho à Trip. Parceiro da revista, ele tocou saxofone na estrelada banda que homenageou a obra de Gilberto Gil no Esquenta do Trip Transformadores em outubro do ano passado. Nesta passagem pelo Brasil, ele vem comandando seu projeto voltado à cultura dub, o Love Trio, que contará com a participação do mestre João Parahyba, o excepcional baterista do Trio Mocotó, e outra figura mítica, o guitarrista Lanny Gordin.

Os destaques maiores do festival ficam por conta de dois nomes: primeiro o vibrafonista Roy Ayers, um dos maiores nomes do jazz contemporâneo ainda em atividade, que já contrubuiu com artistas do nível de Mary J. Blige, Erykah Badu, A Tribe Called Quest e 2Pac. Depois os americanos do Headhunters, projeto antes comandado por Herbie Hancock que ajudou a moldar o estilo que depois passou a ser conhecido como fusion.

Os ingressos já estão à venda em toda a rede Ingresso SESC e custam entre R$ 8 e R$ 32. A programação completa do Nublu Jazz Festival 2013 você vê abaixo.

21/3 (quinta)
Roy Ayers (EUA) / Love Trio (EUA) com participações de João Parahyba e Lanny Gordon

22/3 (sexta)
Headhunters (EUA) / Calibro 35 (Itália)

23/3 (sábado)
Robert Glasper Experiment (EUA) / Marcos Paiva Sexteto (Brasil)

Vai lá: Nublu Jazz Festival 2013
Quando: 21 a 23/3, quinta a sábado, às 21h30
Onde: SESC Belenzinho - Rua Padre Adelino, 1000 - Belém, São Paulo
Quanto: de R$ 8 a R$ 32
Ingressos: pela rede Ingresso SESC
Informações: (11) 2076-9700

Veja abaixo um vídeo de Roy Ayers tocando ao vivo o seu maior clássico, "Everybody love the sunshine"

matérias relacionadas