apresentado por Volkswagen

Nova Saveiro Cross uniu Arturo Vieira e Felipe Primat em uma aventura que mesclou a habilidade de cada

"Um dos grandes prazeres de pedalar é conseguir ver o mundo mais de perto", diz o mountain biker Arturo Vieira. O grafiteiro Felipe Primat pega carona no assunto: "Foram minhas andanças em busca de muros pra colorir que me apresentaram a cidade". Cada um vindo de seu mundo, Arturo e Primat se conheceram numa manhã de Sol no bairro de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Enquanto colocavam as bicicletas e os sprays na caçamba da nova Saveiro Cross, conversaram sobre a programação do dia. A ideia é que Arturo se arrisque no grafite. Para Primat, o desafio será uma pedalada pelas trilhas da Aldeia da Serra, pedacinho off road a 1 hora de São Paulo.

Arturo é da Casa Verde, zona norte. Tem 28 anos e há três abriu uma lanchonete, a Boog Burger. Os 13 quilômetros entre sua casa e o trabalho são percorridos quase diariamente de bicicleta. "Aos poucos, as pessoas começam a dar valor às ciclovias." Primat é da Capela do Socorro, perto do autódromo de Interlagos, zona sul. Na infância, seus 12 graus de miopia o impediam de enxergar a lousa durante as aulas. "Então, eu preferia ficar desenhando no caderno." Pela rodovia Castello Branco, Arturo e Primat mostram curiosidades um sobre o mundo do outro.

"Você pinta em qualquer canto da cidade?", pergunta o ciclista. "Mais na zona sul, mas tento espalhar minha arte por todos os lados", responde o grafiteiro, famoso por seus rostos com olhos humanos marcantes. "Quando era pequeno, sem óculos, eu enxergava as pessoas sem rosto", explica. "Então, passei a dar muita importância à visão. Nos meus desenhos, sempre começo a traçar meus personagens pelos olhos." A diferença entre as duas realidades – sem e com óculos – também temperou seu modo de enxergar o mundo. "Em uma discussão, quero sempre saber os diferentes pontos de vista."

Primat devolve a pergunta: "Você pedala só na cidade?". Na subida para a Aldeia da Serra, Arturo responde que, além de ir e voltar do trabalho sobre duas rodas, gosta de pedalar longe de casa. Ele já fez trilhas nas serras do Japi e da Mantiqueira, em São Paulo, pedalou oito dias pelo Jalapão, no Tocantins, cruzou por 20 dias a cordilheira dos Andes, no Equador, e sua maior aventura de bike foi entre Santiago, no Chile, e Ushuaia, na Argentina. "Foram 4 mil quilômetros percorridos em quatro meses."

A Saveiro leva a dupla para os altos da Aldeia da Serra. Hora de colocar os talentos à prova. Arturo arma um downhill e os dois se divertem por quase meia hora por trilhas estreitas e esburacadas. "Foi muito legal subir a montanha e ver o visual lá de cima", diz Primat, que, apesar de estar longe dos pedais faz tempo, buscou na infância a coragem e a habilidade para acompanhar o ritmo. Com as bikes de volta à caçamba, a Saveiro levou a dupla por mais um trecho de terra antes de retornar ao asfalto e encontrar o muro perfeito para Primat. Usando o Park Pilot, um sensor que torna as balizas mais fáceis e rápidas, Arturo estacionou a Saveiro.

A linha 2017 do carro está de visual novo e com um novo pacote de tecnologia. A picape ganhou, por exemplo, uma central multimídia, que espelha a tela do celular em um display touch screen no painel dianteiro. Isso tornou mais prático falar ao telefone, mandar mensagens, localizar lugares, buscar informações e ouvir música – tudo isso pode ser feito por comando de voz, deixando as mãos do motorista livres para dirigir. A altura em relação ao solo e o ângulo de entrada estão maiores, tornando o carro ainda mais indicado para o dia a dia na cidade e as aventuras off road.

De frente para um muro em branco, Arturo recebe uma pequena aula sobre grafite e declara sua admiração pela arte: "Adoro grafite, eles colorem os caminhos da cidade". O ciclista assiste a Primat traçar o desenho e, depois de aprender a empunhar o spray na inclinação correta, se arrisca a ajudar a criar o desenho imaginado pelo grafiteiro: uma criança, de rosto e olhos grandes, brincando com um pequeno Fusca. Ao final, depois de um dia cheio de diversão a bordo da nova Saveiro Cross, ficou a certeza de que os mundos de Arturo e Primat têm tudo a ver.

play

 

matérias relacionadas