por Diogo Rodriguez

Uma série da extinta TV Manchete fez a vida do diretor paulistano tomar um rumo diferente

Algumas coisas causam um impacto tão grande que dizemos mudar nossa vida. Pode ser um disco, um filme, um livro, depende do que gostamos. Nesta semana perguntamos ao diretor paulistano Kiko Goifman (do longa Filmefobia e do seriado Hiperreal) o que mudou sua vida:

"Existia uma série, não exatamente um filme, chamado América, de João Moreira Salles, de 1989, exibido na extinta TV Manchete. Era uma série excelente, rodada nos Estados Unidos e nos seus 5 programas abordava uma série de aspectos do país: a idéia de clonagem, fisiculturismo, a velocidade, um país em deslocamento, o blues etc.

Rapaz, quando eu assisti isso na TV decidi fazer documentários na minha vida. Saí de Belo Horizonte onde assisti à essa série, me mudei para Campinas, depois para São Paulo e trabalho com imagens até hoje. Foi a partir dali que virei cineasta."

matérias relacionadas