apresentado por Cachaça 51

O projeto que ensina as pessoas a aproveitarem os alimentos literalmente até o talo

O que separa uma ideia de uma boa ideia é que só se descobre que é boa depois que foi realizada. Para que o seu estalo seja eficaz, é preciso agir e ter persistência. Caso da paraibana Regina Tchelly veio ao Rio de Janeiro para trabalhar como doméstica, mas aquele não era seu destino.

Ao chegar na cidade maravilhosa, ela inscreveu-se em uma bolsa para um projeto que tinha em mente, mas foi em vão. “Ganhei um belo ‘não’, mas foi o ‘não’ mais milionário da minha vida”, ressalta Regina, que passou a realizar oficinas de educação e aproveitamento de alimentos no Morro da Babilônia, para a sua comunidade. “Vieram sete, depois 15, depois 40, e a cada semana aumentava. A comida une qualquer ser”, comemora Regina, que enfatiza a cada frase o amor que sente pelos alimentos. Nasceu nos cursos de Regina o projeto Favela Orgânica, que hoje ministra palestras sobre alimentos por todo o Brasil e exterior, além de produzir conteúdo próprio. Para Regina, a barreira entre a ideia e a ação é o medo, e, para enfrentá-lo, recomenda amor, respeito, visão e cautela. “É muito importante celebrar ideias, porque elas se realizam e porque elas transformam”, acrescenta a empreendedora.

Menu da Regina

Nas mãos de Regina, uma melancia pode render a entrada – com sementes assadas –, lascas douradas na frigideira, a sobremesa – com as cascas – e um suco verde com gengibre e coentro com a polpa – do qual compartilhamos a receita:

SUCO VERDE DE MELANCIA COM GENGIBRE E COENTRO
INGREDIENTES

1 copo de polpa de melancia
(em pedaços picados)
Gengibre a gosto
Coentro a gosto
1/2 copo de água gelada ou gelo

MODO DE PREPARO
Junte tudo no liquidificador e bata por alguns segundos até ficar homogêneo. “Não precisa coar e é só se refrescar”, garante a chef.

play

matérias relacionadas