por Lia Hama
Trip #215

Como as UPPs cariocas permitiram a formalização dos negócios nas favelas do RJ

Desde 2008, com a chegada da primeira unidade da Polícia Pacificadora em morros cariocas, milhares de empreendimentos entraram na formalidade e expandiram seus negócios. Com a ajuda do Sebrae-RJ, listamos quatro histórias de sucesso que atraem os moradores do asfalto

 

Dream Models
“Belezas modeladas no sobe e desce das ladeiras” é o que oferece a agência e curso de modelos de José Luiz Summer na Rocinha. A cada ano são formadas 50 modelos – entre elas, Jéssica Ellen, do elenco de Malhação, da TV Globo. Em maio, a favela foi palco de desfile apresentado por Preta Gil e com participação de uma modelo local.

Vai lá: http://casadearteda-rocinha.wordpress.com/dreams-models

Favela Inn
O albergue no Chapéu Mangueira já hospedou clientes de Portugal, Itália, Espanha e Croácia. “Na Rio+20, montamos um estande na Cúpula dos Povos que chamou a atenção dos estrangeiros”, explica a proprietária Cristiane Oliveira. O uso de material reciclável é um diferencial do local: o teto é de Tetra Pak e as divisórias são de garrafa PET.

Vai lá: www.favelainn.com

Gigatrek
Nascido no Complexo do Alemão, Cristiano Ferreira é o guia desta agência que leva turistas para conhecer as principais atrações locais, incluindo o passeio de teleférico. Durante o tour é possível avistar a Serra da Misericórdia, rota de fuga dos traficantes quando o local foi ocupado pelo Exército há dois anos.

Vai lá: www.gigatrek.com

Bar do Zequinha
O antigo ponto de olheiros do tráfico hoje é um boteco que atrai turistas em busca de cerveja gelada, comida farta e vista privilegiada do morro Santa Marta. A especialidade do cearense José Bonfim Carlos (o Zequinha) é o frango a passarinho – sequinho e crocante –, destaque do roteiro de gastronomia das UPPs do jornal O Globo.

Vai lá: R. do Mengão, 14, Chapéu Mangueira. Tel.: (21) 8229-9968

matérias relacionadas