por Redação

Transformação através da cultura, da educação e da arte no debate que abriu o Trip Transformadores 2012

Em concorrido evento realizado na sede Private Brokers da Coelho da Fonseca, foi dada a largada para o Prêmio Trip Transformadores 2012. Além da apresentação oficial dos homenageados deste ano [veja a lista aqui], houve um encontro público inédito entre Danilo Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo, e Criolo, compositor e cantor. Em um agradável bate-papo mediado pelo jornalista e músico Cadão Volpato com apresentação do ator Lee Taylor, os convidados refletiram sobre o desenvolvimento humano através da cultura, da educação e da arte.

play

 

Veja acima debate na íntegra

Danilo Miranda ressaltou a necessidade de investimento em cultura e educação e que isso está abandonado em São Paulo: "Mesmo os mais progressistas acabam se perdendo na vertente econômica, como se ela fosse o caminho único para nosso sucesso ou fracasso. A Economia precisa vir após a perspectiva da educação e da cultura, duas facetas da mesma moeda. Morar em São Paulo, onde o caráter cultural é abandonado em nome de uma perspectiva econômica, gera muitas dificuldades para quem quer entender e ajudar nossa realidade. Precisamos nos posicionar e buscar um caminho onde a economia é importante mas é subjugada, em segundo plano à educação e a cultura." 

“É preciso uma revolução cultural que transformará nosso país de uma maneira completa”
Danilo Miranda

O diretor do Sesc ressaltou a importância de se pensar na cultura como ferramenta social e educacional. "Professores são sobretudo grandes agitadores culturais. São Paulo tem 900 estreias por ano só na Capital. Isso é extraordinário. Mas nós temos a produção sem um consumo adequado. Falta uma relação do campo específico da educação com a questão da produção cultural propriamente dita. Essa é a maior batalha e depende do dia a dia das pessoas e das autoridades. É preciso uma revolução cultural que transformará nosso país de uma maneira completa, tornando a vida das pessoas melhor oferecendo uma condição superior em todos os sentidos", disse.

 

“Se sentir parte de alguma coisa é maravilhoso. E a poesia, a música e o ritmo fazem você encontrar e se reconhecer em outra pessoa”
Criolo

Exemplo da importância da arte na transformação de pessoas, Criolo disse que "se não fosse o rap minha vida seria a linha da mediocridade". Ele conta como encontrou o seu lugar no mundo: "Se sentir parte de alguma coisa é maravilhoso. E a poesia, a música e o ritmo fazem você encontrar e se reconhecer em outra pessoa. Cantando eu me percebi alguém. Foi assim que a arte se manifestou pra mim. A arte diz que tudo que sua vista alcança é seu. E dane-se quem cercou a terra e chamou de sua. Vai chegar uma hora em que, pior do que ser totalmente mudo, o homem sem fala, é ser presenteado com a surdez. Não porque lhe falta algo no seu sistema, mas porque ninguém mais se comunica com você".

matérias relacionadas