por Alexandre Potascheff

Dupla fala da parceria no recém lançado O Filme da Minha Vida e reflete sobre a produção de cinema e televisão no Brasil

Ele é um dos mais talentosos e interessantes atores e diretores do Brasil. Aos 44 anos, esse mineiro criado em São Paulo já tem mais de 35 anos de carreira. É isso mesmo. Seu primeiro trabalho na televisão foi no seriado Dona Santa, transmitido pela Rede Bandeirantes em 1981. Sua estreia na Rede Globo aconteceu em 1984, na novela Corpo a Corpo. Na emissora do Jardim Botânico ele viveu inúmeros personagens marcantes em novelas e minisséries, entre eles o inesquecível Chicó, da O Auto da Compadecida, e Caramuru, da A Invenção do Brasil. Sua incursão na direção começa em 2005, com o curta Quando o Tempo Cair. Em 2011 ele mostra a que veio com o longa O Palhaço. E com o espetacular seriado Sessão de Terapia, que teve três temporadas exibidas pelo canal GNT entre 2012 e 2014, o cara se consolidou definitivamente como um dos grandes diretores do país. Na conversa de hoje aqui no Trip FM Selton Mello fala sobre seu terceiro longa metragem, O Filme da Minha Vida, que estreou no último dia 03 de agosto nos cinemas de todo o Brasil. Selton que já estava em cartaz ao lado do Seu Jorge no filme Soundtrack e que vai debutar logo mais no Netflix no seriado O Mecanismo, que é um mergulho do diretor José Padilha às entranhas da máquina de corrupção que a política nacional se tornou. Também com a gente nessa edição Johnny Massaro, uma das boas revelações da nova safra de atores que vai detalhar o trabalho do Selton como diretor.

ESCUTE A ENTREVISTA COMPLETA NO PLAY ABAIXO:


SET LIST
Almaz —  Rock With You
The Modern Lovers —  Astral Plane
Lenine —  É Fogo
Cortex —  La Rue 

Ouça todas as músicas que rolaram no Trip FM em 2017

 

matérias relacionadas