Revista Trip

tamanho da letra
aumentar fonte
diminuir fonte

Paulo Kakinoff

Presidente da Gol fala sobre crescimento da aviação civil, sobre impacto ambiental e se país vai ter estrutura para a Copa
04.07.2013 |
ESCUTE O PROGRAMA
Aguarde o carregamento do player
Destacar o player
Download do mp3

Ricardo Toscani

Paulo Kakinoff, CEO da Gol Linhas Aéreas

Paulo Kakinoff, CEO da Gol Linhas Aéreas

A entrevista da semana no Trip FM é com Paulo Kakinoff, que em junho do ano passado, aos 37 anos, assumiu a presidência da Gol Linhas Aéreas Inteligentes e, junto com o cargo, o desafio de não só driblar a cada vez mais acirrada concorrência, mas também todos os fatores externos que estão atrapalhando de forma generalizada o setor de aviação civil aqui no Brasil.

Natural de Santo André, cidade que forma o ABC Paulista e que é de extrema importância para a indústria automobilística brasileira, ele construiu praticamente toda sua carreira dentro da Volkswagen, onde começou a trabalhar como estagiário aos 18 anos. Sua paixão pelos carros, seu talento e sua determinação o levaram ao que é comumente chamado de “carreira metórica” (dizem que em 20 anos de empresa sua média foi de uma promoção a cada um ano e meio. O fato é que aos 34 anos, quando a maioria das pessoas ainda está decolando na carreira, ele já estava voando em céu de brigadeiro e ocupando o cargo de presidente da Audi no Brasil (a Audi que é a divisão premium da Volkswagen).

"O avião é hoje um dos maiores emissores de gases poluentes na atmosfera. Evidentemente faz sentido total priorizar o desenvolvimento tecnológico de soluções que impactem menos. Mas é uma utopia completa imaginar que não vai existir avião amanhã"

"O Greenpeace, 20 anos atrás, pra conseguir três segundos do horário nobre do noticiário, precisava botar quatro caras se aventurando num barco inflável pra enfrentar um baleeiro de toneladas. O lirismo daquela imagem é o que fazia trazer algum ponto de atenção. Hoje, grandes corporações mundiais estão convidando organizações como essa pra fazerem parte do conselho. Ao mesmo tempo, acho que há uma postura muito mais consciente e conseqüente dos antigos xiitas radicais na defesa de qualquer causa, no sentido de entender que aquele discurso panfletário também era inócuo. Vamos falar do setor aéreo, no que diz respeito à emissão de gases poluentes. O avião é hoje um dos maiores emissores de gases poluentes na atmosfera. Evidentemente faz sentido total priorizar o desenvolvimento tecnológico de soluções que impactem menos. Mas é uma utopia completa imaginar que não vai existir avião amanhã. A sociedade depende desse tipo de transporte. E quem sai às ruas hoje protestando contra esse meio de transporte sabe que essa não é uma solução que vai acontecer semana que vem. O que existe agora é uma busca por uma solução conjunta. E uma busca pra que a empresa de amanhã seja melhor do que a empresa de ontem."

Playlist da semana:

Yardbirds - "Heart Full of Soul"
Eddie Bo - "Check Your Bucket"
Noiseshaper - "We Love Reggae"
Erasmo Carlos - "Gente Aberta"
Steve Miller Band - "Fly Like An Eagle"