por Nina Lemos

"Não tenho filho, mas tenho certeza de que se fosse passar alguns dias nos EUA com as minhas crianças imaginárias não levaria a babá, porque eu sou uma pessoa normal, não uma princesa ou uma popstar"

“Oi, tudo bem? Segue sugestão de pauta com orientação para quem vai passar uns dias nos EUA e precisa levar a babá para cuidar das crianças.” Recebemos esse release na Tpm. E uma pergunta: quem precisa levar a babá para cuidar das crianças?

Precisa? OK, precisa se você for a Madonna em turnê. Já repararam nas fotos? Em geral seus filhos andam pelos aeroportos do mundo com uma babá acompanhando enquanto ela faz shows em turnê para um milhão de pessoas. É, deve ser meio difícil cuidar das crianças em viagem se você é a Madonna, vai que elas entram no palco e tal.

Mas a Madonna é americana e não lê essa revista. Então, bem, esse release foi enviado pensando em mulheres normais, assim, como eu e como você. E a notícia é: tem como você tirar um visto especial para os EUA, que não é o mesmo que o visto de turismo, para levar “empregados domésticos (babás, cozinheiros, motoristas etc)”. De novo, quem precisa viajar com uma entourage desse tamanho? A Madonna e a princesa Kate, talvez. E meus Deus, existe esse tipo de visto?

Pois existe. Outra dica: “empregado só pode entrar nos Estados Unidos acompanhado do empregador, o que também oferece mais segurança para toda a família e a babá.” Porque? A babá, esse ser do além, pode fugir?

Que coisa louca!

Tem gente no Brasil reclamando que não se pode nem mais ter “babá em paz”. Mas calma. Não é isso. O que me intriga é a pessoa achar que viver a vida da princesa Kate. E vamos admitir, o Brasil vive uma síndrome coletiva de princesismo. Eu não tenho filho, mas tenho certeza de que se fosse passar alguns dias nos EUA com as minhas crianças imaginárias não levaria a babá, porque eu sou uma pessoa normal, não uma princesa ou uma popstar.

E na casa real?
E vocês viram que o Ministério Público de São Paulo decretou que alguns clubes podem, sim, proibir a entrada de babás que não estiverem vestidas de branco? Esses clubes são apenas clubes ou são a casa de campo da Rainha Elizabeth?

O Brasil foi uma monarquia até 1889, uma monarquia bem louca. Mas tenho pensado que esse espírito ainda não saiu do corpo da alma brasileira. Às vezes eu tenho vontade gritar: The queen is dead!!!!

Corta para os Sex Pistols no talo!

Leia todos os textos de Nina Lemos na Tpm.

matérias relacionadas