por Natacha Cortêz
Tpm #133

Indicado ao Oscar, filme mostra casos de assédio e estupro no exército americano

Mulheres do Exército norte-americano têm mais chances de serem estupradas em zona de combate do que de serem mortas por soldados inimigos. O Departamento de Defesa do país estima que cerca de 19.300 soldados mulheres foram assediadas sexualmente somente no ano de 2010. Na maioria das vezes os agressores são companheiros de batalha e chefes. 

The Invisible War (2012), dirigido por Kirby Dick, premiado no Festival de Cinema de Sundance e indicado ao Oscar de melhor documentário em 2013, quer expor os fatos e tirar os panos quentes de cima deles. “Este é o meu décimo filme e seu tema é menos conhecido do público do que qualquer um dos outros [Dick já filmou sobre política, abuso sexual na Igreja Católica, homossexualidade no Partido Republicano e censura]. O curioso é que, ao mesmo tempo, é o tema que mais nos afeta como sociedade”, diz Dick à Tpm.

Ele e a produtora, Amy Ziering, entrevistaram mais de 70 mulheres das Forças Armadas dos Estados Unidos e, com base nessas conversas, reuniram histórias muito parecidas, todas de silêncio e violência.

Vai lá: The Invisible War, no iTunes, US$ 9,90; invisiblewarmovie.com/watch.php

matérias relacionadas