Revista Trip

Blog Blog da Redação

Momento post-it: Daltônico, idiota não

17.11.2009 | 02:11 | por Diogo Rodriguez

 

Redação Trip

Prova de que os daltônicos ainda são incompreendidos pela sociedade é o post-it acima. Um repórter, daltônico, tentava explicar aos colegas como era não conseguir enxergar as cores corretamente. Um deles, vestindo uma camiseta branca, não estava entendendo e lançou a pergunta: "Quer dizer então que você acha que a minha camista é preta?". Foi prontamente bombardeado pela frase, "eternizada" no papel amarelo (ou seria verde?) colado na parede.

 

Blog Blog da Redação

Baú da Trip 183

12.11.2009 | 16:11 | por Diogo Rodriguez

EDIÇÃO 57 // 1997

 

Doze anos atrás, Trip despiu o rei. Publicamos 50 fotos inéditas de Pelé, resgatadas do baú dos irmãos Herrera, veteranos fotógrafos de Santos (SP). Com uma câmera Rolleiflex, Raphael e José ficaram na cola do jogador por 30 anos, registrando seus passos desde os tempos de plebeu até a chegada ao trono. Tem Pelé prestando vestibular, em seu primeiro dia de treino na Vila Belmiro, viajando pelo mundo, conquistando mundiais... O texto ficou a cargo do jornalista Juca Kfouri.

 

 

 

 

 

 

 

Blog Blog da Redação

Debate transformador

10.11.2009 | 10:11 | por Flora Paul

Quer conversar com a Trip e a Almap BBDDO?

Você é nosso convidado!

TRIP + ALMAP + DEBATES + REVISTAS + FOTOS + COMES + BEBES + DJ + JAMS!

Dia 18/11 às 13h na quadra nova da ESPM

Um encontro com Paulo Lima (publisher da Trip Editora) e Paulo Camossa (Diretor de mídia da Almap BBDO).

Como pensar, falar e principalmente fazer algo que ajude a melhorar o Brasil. Você vai entender melhor o conceito que inspira o Prêmio Trip Transformadores.

Quer saber mais? Acesse: www.trip.com.br/transformadores

Blog Blog da Redação

Edições vintage

06.11.2009 | 16:11 | por Diogo Rodriguez

Capa da primeira edição da Trip

Capa da primeira edição da Trip

Capa da edição de maio de 2001 da Tpm

Capa da edição de maio de 2001 da Tpm

 

Trip e Tpm são as primeiras revistas brasileira a ter seu conteúdo publicado, com acesso gratuito, no Google Livros. Aos poucos, estão sendo digitalizadas todas as edições das publicações. Por enquanto, todos os números da Trip desde 1986 até 2001 já podem ser consultados no site. Da Tpm, estão disponíveis as edições de 2001. É possível fazer buscas por palavras-chave e ano de publicação.

Antes disso, ler o primeiro número da Trip, lançado em dezembro de 1986, só era possível recorrendo a algum colecionador. Agora, você vai ter todo o conteúdo da Trip disponível, a qualquer momento, no Google Livros.

Vai lá: Trip no Google Livros
          Tpm no Google Livros

 

 

Blog Blog da Redação

Tenha meda, muita meda

05.11.2009 | 20:11 | por Daniel Benevides

Não era a Madonna, não era Michael ressuscitado, não era um Beatle, não era Jesus Cristo. Na manhã de um domingo que antecedia um feriadão (de muito sol, diga-se)  centenas de fãs da saga Crepúsculo aglomeravam-se em torno do Hotel Hyatt em São Paulo. Os braços empunhavam exemplares dos livros, cartazes, bilhetes, e fotos dos atores Kristen Stewart e Taylor Lautner. Eu não me lembrava de uma euforia dessas desde a passagem do Guns N' Roses pelo Hotel Maksoud Plaza na capital paulista. Tá bom, vai. Teve a gritaria louca dos fãs do RBD, o Rebelde, mas os vampiros freaks pareciam realmente dotados de forças sobrenaturais superiores. Já explico.

Para passar pela barreira que separava a fonte dos gritos agudos da porta giratória que leva ao lobby, era preciso apresentar RG e comprovar que seu nome estava na lista dos jornalistas e fotógrafos credenciados para a coletiva de imprensa. Primeira fase, ok. Dava até para sentir a orelha quente das garotas que dariam um dedo mindinho para estar no meu lugar. Haja alho pra proteção. Do lado de dentro, a bagunça continuava. Jornalistas cujos nomes haviam sumido da lista brigavam para conseguir alguma explicação da equipe da assessoria de imprensa, ao mesmo tempo em que fanáticas sortudas, ganhadoras de concursos em rádios ou sites, eram vaiadas enquanto subiam as escadas rolantes que levavam aos astros pop. A confusão foi tanta, que 15 minutos antes do encerramento oficial, assessores zumbis se mandaram de seus postos, e deixaram jornalistas longe do lobo e da mocinha mais desejados do momento.

Mas foi por ali mesmo, no lobby do hotel, que a festa ficou boa. Lá pelas 11 e meia da manhã, pencas de crepusculomaníacas (muitas delas acompanhadas de suas mães, acredite) derrubaram as grades de isolamento que as afastavam do hotel, e aos berros, desembestaram em direção ao local da coletiva como vampiros sedentos por sangue. Os seguranças, a la Hulk, tentavam travar as portas de vidro, que eram esmurradas pelas fãs superpoderosas. Umas choravam, outras esfregavam o rosto suado na barreira, e uma, mais malandra, forjava um desmaio. Horas e horas de furdunço depois, PMs Robocops foram acionados para acalmar a multidão de garotas cuja média de idade ficava na faixa dos 14 anos.

- Ei garota, você chegou aqui faz tempo?", pergunto através do vidro para uma vampirinha chorona.

- Sete da manhã

- Você está machucada?

- Não, não

- Tá triste porque não viu a  Kristen e o Taylor?

- Não, tô feliz

- Você encontrou com eles?

- Não, mas eu respirei o mesmo ar que eles. Eu sou muito fã da saga, muito!"

Eu já disse que era um pré feriado de sol?

 

Por Kátia Lessa

Por Redação da Trip

Nossa equipe solta o verbo

+
Rss

/arquivo

/Revista Tpm

Edição 144
Tpm #144